Projeto Acalanto Natal
Colabore com nossas ações:
Banco do Brasil - Agência: 1533-4, Conta Corrente: 113180-X
Central de Doações: (84) 3219-3523
(84) 98161.6628
23 de junho de 2017

Amor sem limites

IMG-20170522-WA0011

Depois de 20 anos de convivência sem filhos, tomamos a decisão de adotar. Assim que contatamos  a vara da infância da Argentina e começaram os trâmites, estúdios psicológicos, psicossocial, etc.

Passamos 7 anos esperando por um filho na fila, nos chamaram para dizer que tinham um menino moreno de 9 anos para adoção em Natal, no Brasil. Não era a idade q a gente pediu, mas depois de pensar e falar muito gostamos da ideia, logo, aceitamos. Tudo começou a rolar e  marcaram audiência na vara da infância de Natal.

 
Chegamos a Natal e, no dia seguinte, a gente foi na vara, saímos de lá como pais de um menino que ainda não conhecíamos. Horas mais tarde pegamos ele na casa lar onde morava; passados três meses entre trâmites e convivência, voltamos  para casa com o nosso filho. É um longo caminho a seguir.

 
O meu filho foi separado de uma irmã anos antes de ser adotado, ele lembrava dela não entendia porque foram separados. A casualidade fez com que um dia no Orkut da mãe social encontrarmos a irmã dele. Conseguimos falar com ela com a permissão dos pais adotivos e um verão a gente voltou a Natal para que os irmãos se encontrassem de novo. Foi lindo e intenso! Tanto que quando voltamos para casa, como os nossos pais, infelizmente, já estavam mortos e ninguém precisava de nós, tomamos a maior decisão das nossas vidas: pegamos um avião para Natal e já estamos há cerca de 5 anos nesta linda cidade, os dois irmãos conseguiram unir-se de novo.

 
E como final da história tenho q dizer q tomamos a decisão de adotar mais dois e agora somos um monte em casa.